Tag: prevenção

janeiro 25, 2018

O Farol da Barra foi o nosso cartão-postal escolhido para sediar a ação de verão, em prol da saúde mental, no mês conhecido como ‘Janeiro Branco’. O janeiro branco é uma campanha nacional que existe a 5 anos e tem o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância de manter o cuidado e prevenção com sua saúde mental.

Neste evento, realizamos atividades de dança com o orientador Irley e Yoga com a orientadora Alice e explicamos a importância do cuidado em relação a saúde mental. Muitas pessoas que estavam na rua resolveram participar! Em breve iremos fazer outros eventos com a mesma proposta para tentar ajudar cada vez mais pessoas a se cuidarem.

 

setembro 29, 2017

Já está no ar o primeiro vídeo do canal da Clínica Fênix, que trará temas relacionados à saúde mental e à construção de uma melhor qualidade de vida! Em alusão ao Setembro Amarelo, o primeiro assunto abordado é ‘suicídio’, que reforça a importância do diálogo. O tema é abordado pela psiquiatra da Clínica, Patrícia Lemos e Joaquim Moura, psicólogo.

Não esqueça de se inscrever em nosso canal e compartilhe com seus amigos e familiares.

Clique aqui para assistir o video!

março 7, 2017
Imagem ilustrativa

O carnaval é um período complicado para pessoas que sofrem com algum transtorno mental ou dependência química, principalmente para as pessoas que moram na Bahia, onde culturalmente esta festa estimula os excessos. Empresas de bebidas alcóolicas patrocinam a festa, pois é neste momento que as pessoas aumentam seu consumo de álcool. Para a segurança pública a droga neste período é um dos maiores problemas, pois existe o aumento de consumo inclusive no circuito estimulando a violência e criminalidade. Quem vive na Bahia sabe que o estado muda neste período, todas as pessoas e empresas organizam sua rotina baseado nesta grande festa. O estimulo a sair “ficando” com varias pessoas, passar o dia bebendo nos camarotes “open bar”, precisar da energia que muitas vezes só a droga pode trazer, faz com que pessoas que sofrem com transtorno mental e/ou dependência química tenham que fazer uma escolha: ou me entrego à recaída ou preciso encontrar uma forma de me proteger.

A Clínica Fenix, pensando nesta problemática, propõe para esses períodos festivos o programa Fenix Breve, que consiste em uma internação de pequena duração com entrada e altas programadas para que as pessoas se previnam contra a recaída. O serviço é estruturado co

Postado em Blog, eventos por Joaquim Moura | Tags: , , , , , , ,

fevereiro 2, 2017

por Joaquim Moura – Psicólogo, especialista em saúde mental 

Atualmente muitos estudos sobre a correlação entre o trabalho e a saúde mental do indivíduo estão sendo feitos. Sabe-se que um ambiente estressante, opressor, que desvaloriza o funcionário e/ou que afetam sua segurança e liberdade pode estimular o desenvolvimento de um transtorno mental.

Na atualidade com os avanços sociais, tecnológicos e econômicos, emergiu também a criminalidade que tem aumentado a números assustadores. Por conta disso os policiais se sentem na obrigação de trabalhar até fora do horário de serviço, colocando a si e seus familiares em situações estressantes e perigosas.

A profissão de policial, conforme dados da Organização Mundial de Saúde e citado por Zanelli (2010), é uma das profissões mais estressantes do mundo, o que possibilita uma maior fragilidade mental aos seus profissionais. O contato com acidentes graves, mortes, ameaças a integridade física, o regime opressor e as situações de risco são apenas alguns exemplos do tipo de contexto que o policial militar esta inserido.

“Os policiais sofrem influências de vários fatores negativos que geram estresse extremo. O cansaço físico e a falta de equilíbrio emocional podem levar estes profissionais a assumirem atitudes irracionais durante crises e situa

janeiro 23, 2017

O Departamento de Promoção Social (DPS) da Policia Militar da Bahia promoveu o III Encontro de psicologia da PMBA com o tema “o caminhar da psicologia na saúde pública”. Preocupados com a saúde mental dos policiais militares da Bahia, o Comandante Geral da PMBA o Cel PM Anselmo Brandão e o Diretor do DPS Cel PM Jorge Diniz, requisitaram esse evento para o Diretor Adjunto do DPS Major Honorato que, por ser psicólogo e trabalhar diretamente com a Saúde Mental dos policiais, teve a sensibilidade de organizar um evento que pode contribuir com a promoção de saúde e prevenção do adoecimento mental. A mesa foi composta pelo psicólogo e diretor técnico da Clínica Fenix Joaquim Moura, a psicóloga Soraya Carvalho que é coordenadora do Núcleo de estudos de prevenção ao suicídio e do Centro antiveneno da Bahia, o Major Honorato, psicólogo, diretor adjunto do DPS e um dos organizadores do evento e o Sgt Robson Souza que é psicólogo do DPS. Foi discutido sobre a questão do suicídio e o porquê isso está afetando tanto os policiais militares, discutiram temas relevantes sobre saúde mental e qualidade de vida e no fim foi aberto a perguntas onde todos os policiais presentes puderam ter suas duvidas respondidas. O evento foi finalizado com um discurso emocionante do Diretor do DPS Cel PM Jorge Diniz.

Esse evento foi um grande passo para todos os cid