Tag: artigo

maio 19, 2017

Implicação

Lado B – Baleia azul: você está jogando e não sabe!

O jogo Baleia azul consiste em uma serie de missões que os participantes devem seguir que são dadas por uma pessoa anônima e que resultam no suicídio dos jogadores. A preocupação com o jogo aumentou no ano passado, quando diversas fontes divulgaram, sem confirmação, 130 suicídios supostamente vinculados a comunidades virtuais identificadas como “grupos da morte”. Diversos países, como a Inglaterra, França e Romênia têm enviado alertas aos pais depois que adolescentes apareceram com cortes nos braços e sinais de mutilação.

Em março de 2017 o jogo ganhou maior visibilidade no Brasil quando uma adolescente de 16 anos foi achada morta dentro de uma represa no pequeno município de Vila Rica (Mato Grosso). Ela deixou para trás indícios sobre o jogo como as tarefas, cronogramas e regras de participação.

Provavelmente todo mundo já ouviu falar sobre este jogo por conta da visibilidade que a mídia trouxe para esse devido ao grande interesse do público pelo tema. Porém como todo o assunto que é divulgado de forma intensa acaba tendo seu prazo de validade, hoje, passados um pouco mais de um mês que foi disseminado, já não se ouve mais fa

fevereiro 2, 2017

por Joaquim Moura – Psicólogo, especialista em saúde mental 

Atualmente muitos estudos sobre a correlação entre o trabalho e a saúde mental do indivíduo estão sendo feitos. Sabe-se que um ambiente estressante, opressor, que desvaloriza o funcionário e/ou que afetam sua segurança e liberdade pode estimular o desenvolvimento de um transtorno mental.

Na atualidade com os avanços sociais, tecnológicos e econômicos, emergiu também a criminalidade que tem aumentado a números assustadores. Por conta disso os policiais se sentem na obrigação de trabalhar até fora do horário de serviço, colocando a si e seus familiares em situações estressantes e perigosas.

A profissão de policial, conforme dados da Organização Mundial de Saúde e citado por Zanelli (2010), é uma das profissões mais estressantes do mundo, o que possibilita uma maior fragilidade mental aos seus profissionais. O contato com acidentes graves, mortes, ameaças a integridade física, o regime opressor e as situações de risco são apenas alguns exemplos do tipo de contexto que o policial militar esta inserido.

“Os policiais sofrem influências de vários fatores negativos que geram estresse extremo. O cansaço físico e a falta de equilíbrio emocional podem levar estes profissionais a assumirem atitudes irracionais durante crises e situa